•  Hotel em Campos do Jordão - Programação Musical do Hotel Hotel Toriba, Campos do Jordão

M

Toriba Musical

Programação

Para você ficar por dentro da
boa música do toriba

A programação musical do Hotel Toriba, sob a direção artística de Antonio Luiz Barker, é cuidadosamente preparada para enobrecer essa belíssima arte e presentear os nossos hóspedes com repertórios diversos como: piano clássico, jazz, recital de canto, música lírica, árias de ópera, música brasileira, bossa nova, e muito mais.

Acompanhe aqui toda a programação que preparamos especialmente para vocês, hóspedes do Toriba, frequentadores do Toribinha Bar & Fondue, do Pennacchi Restaurante e do Chá da Tarde. Programem-se para assistir aos espetáculos. É mais uma das muitas razões para vocês virem ao Toriba, hotel em Campos do Jordão.

O Toriba, o hotel mais musical de Campos do Jordão, tem vários eventos musicais todas as semanas. Os eventos integram o programa Toriba Musical e são realizados na Sala da Lareira, no Toribinha Bar & Fondue e agora também no Auditório Claudio Santoro. São gratuitos para hóspedes do hotel e para clientes do Terraço Panorama, do Bar Vindima e dos restaurantes Pennacchi e Toribinha Bar & Fondue. E muitas vezes gratuitos a todos os interessados quando no Auditório Claudio Santoro.

 

programação musical - FEVEREIRO 2020

Hotel em Campos do Jordão - Recital de Árias de Ópera com a soprano Gabriella Rossi e o pianista Antonio Luiz Barker, no Hotel Toriba, em Campos do Jordão
Sábado, 1 de Fevereiro, 19h – Sala da Lareira

canto lírico

Gabriella Rossi, soprano
Antonio Luiz Barker, piano

Programação:
Un bel di vedremo, da ópera Madama Butterfly (G. Puccini)
O mio babbino caro, da ópera Gianni Schicchi (G. Puccini)
Quando m'en vo, da ópera La Bohème (G. Puccini)
Vissi d'arte, da ópera Tosca (G. Puccini)
Porgi Amor, da ópera Le nozze di Figaro (W. A. Mozart)
Casta Diva, da ópera Norma (V. Bellini)
Je dis que rien ne m'épouvante, da ópera Carmen (G. Bizet)
Habanera, da ópera Carmen (G. Bizet)
Meine Lippen, sie küssen so heiss, da ópera Giuditta (F. Leahr)
I Dreamed a Dream, do musical Les Miserables (A. Boublil)
Memory, do musical Cats (A. L. Webber)


A soprano lírico Gabriella Rossi graduou-se pela UNESP e pelo Ópera Estúdio da EMESP. Atualmente é orientada por Isabel Maresca. Em 2011, foi cantora do Centre de Perfeccionament Plácido Domingo, em Valência, Espanha, onde teve a oportunidade de se apresentar no Teatro Martin I Soler e no Palau de la Música. Participa de diversos festivais e masterclasses, como o 37º e 38º Festivais de Inverno de Campos de Jordão, onde foi aluna ativa da masterclass de Kiri te Kanawa. Trabalha em diversas produções de óperas, geralmente em papeis protagonistas, destacando-se: Lidchka em "Moscow, Cheryomushki", de Shostakovich, Adina em "L'Elisir D'Amore", de Donizetti, Eurídice em "Orpheè aux Enfers", de Offenbach, Änchenn em "Der Freischütz", de Weber, Corilla em "Viva la Mamma", de Donizetti; Fiordiligi em "Così fan tutte", de Mozart, Àngele em "Le Dominò Noir" de Auber, e Hanna em "Die Lustige Witwe", de Lehár. Em 2008 teve seu début internacional no Festival Gilbert and Sullivan, realizado em Buxton, Inglaterra, cantando o papel protagonista (Josephine) e recebendo o prêmio Adjuricator's Award. Em Novembro de 2011 fez seu début no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, cantando Fata Morgana da ópera "L’amour pour trois orange", de Prokofiev. Em Setembro de 2014 debutou Desdemona da ópera "Otello", de Verdi, no Theatro da Paz em Belém, onde teve a oportunidade de trabalhar com Walter Fraccaro.

Hotel em Campos do Jordão - Apresentação do pianista e cantor MARCO BERNARDO no Hotel Toriba em Campos do Jordão
Sábado, 8 de Fevereiro, 19h – Sala da Lareira

Noche de tangos y boleros

MARCO BERNARDO, piano e voz

Programação:
• Tangos e boleros clássicos

 

Marco Bernardo cresceu em família das mais musicais, e enveredou também por esse caminho. É diplomado em Música pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Desenvolveu intensa atividade como diretor de corais, arranjador, maestro preparador e pianista acompanhador. Tem especial dedicação ao choro – lançou há pouco o CD "O pianeiro chorão", com intepretação solo para clássicos do repertório do choro brasileiro. Nesta apresentação no Toriba, Marco Bernardo faz mais um de seus espetáculos "O Cancionista", em que atua como pianista e cantor, com sua expressiva voz de baixo-barítono. No programa, tangos e boleros clássicos. No programa, tangos e boleros clássicos.

 Hotel em Campos do Jordão - Recital de Canto Lírico com o barítono Athos Teixeira e o pianista Antonio Luiz Barker, no Hotel Toriba, em Campos do Jordão
Sábado, 15 de Fevereiro, 19h – Sala da Lareira
Domingo, 16 de Fevereiro, 11h – Auditório Claudio Santoro (Entrada Gratuita)

canto lírico

Athos Teixeira, barítono
Antonio Luiz Barker, piano

Programação:
• Gabriel Faurè e Sully Prudhomme - Au bord de l'eau
• Vincenzo Bellini - Ah! per sempre io ti perdei (ópera Os Puritanos)
• Wolfgang Amadeus Mozart - Se vuol ballare (ópera As bodas de Fígaro)
• Charles Gounod - Avant de quitter ces lieux (ópera Fausto)
• Wolfgang Amadeus Mozart - Hai già vinta la causa (ópera As bodas de Fígaro)
• Babi de Oliveira e Mário Faccini - Singela canção de Maria
• Heckel Tavares e Joracy Camargo - Guacyra


O ainda muito jovem barítono Athos Teixeira vem se destacando na cena musical como uma de nossas mais promissoras vozes masculinas. Athos Teixeira é filho de Sebastião Teixeira, um dos grandes barítonos líricos brasileiros.

 Hotel em Campos do Jordão - Canto Lírico com a mezzo soprano Mariana Valença e o pianista Antonio Luiz Barker no Toriba Musical do hotel em Campos do Jordão, Toriba
Sábado, 22 de Fevereiro, 19h – Sala da Lareira

CANÇÕES BRASILEIRAS

MARIANA VALENÇA, mezzo soprano
ANTONIO LUIZ BARKER, piano

Como recitalista, a mezzo-soprano Mariana Valença idealizou e protagonizou inúmeros programas, como “Canções Brasileiras”, “Modinhas, Cantigas e Canções”, “Cantos do Brasil”, “Cantando a Primavera” e “Alma Espanhola”, apresentando-se por todo o Estado de São Paulo.

Programa:
• Chiquinha Gonzaga - Ó abre alas
• Chiquinha Gonzaga - Lua Branca (da burleta de costumes carioca Forrobodó)
• Tradicional – Casinha pequenina (arranjo de Radamés Gnattali)
• Waldemar Henrique (poesia de Antonio Tavernard)
• • • Tamba-tajá
• • • Foi boto, sinhá
• • • Uirapuru

• Waldemar Henrique – Rolinha (chula marajoara)
• Jayme Ovalle (poesia de Manuel Bandeira) – Azulão
• Hekel Tavares (texto de Luiz Peixoto) – Azulão
• Hekel Tavares – Leilão
• Hekel Tavares (letra de Joracy Camargo)
• • • Carnaval
• • • Guacyra

• Antono Carlos Gomes (poesia de Bittencourt Sampaio) – Quem sabe?!
• Lupicínio Rodrigues - Felicidade
• Waldemar Henrique
• • • Boi bumbá
(batuque amazônico)
• • • Minha terra (canção)
• Noel Rosa (letra de João de Barro) – Pastorinhas

 

Mariana Valença, mezzo-soprano paulistana, é Bacharel em Canto pela UNESP-Universidade Estadual Paulista, e integrante do Coro da OSESP – Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. Iniciou seus estudos musicais com o piano no Conservatório Musical Ernesto Nazareth. Estudou Canto com Isabel Maresca, Leilah Farah, Lenice Prioli e Martha Herr. Em seus trabalhos como solista, destacam-se apresentações de obras de câmara e sinfônicas de Bach, Handel, Brahms, Bernstein e Mozart, entre outros.
Como recitalista, idealizou e protagonizou inúmeros programas, como “Canções Brasileiras”, “Modinhas, Cantigas e Canções”, “Cantos do Brasil”, “Cantando a Primavera” e “Alma Espanhola”, apresentando-se por todo o Estado de São Paulo.

 Hotel em Campos do Jordão - Canto Lírico com Guiomar Milan, Soprano e o pianista Antonio Luiz Barker, no Hotel Toriba, em Campos do Jordão
Sábado, 29 de Fevereiro, 19h – Sala da Lareira

CANTO LÍRICO

Guiomar Milan, soprano
Antonio Luiz Barker, piano

A soprano Guiomar Milan se apresenta em um recital que tem árias de óperas famosas, canções do repertório clássico e ainda canções da tradição libanesa. A cantora será acompanhada pelo pianista Antonio Barker.

Programa:
• Francesco Cilea - Io son l'umile ancella (da ópera Adriana Lecouvreur)
• Giacomo Puccini - Un bel di vedremo (da ópera Madama Butterfly)
• Giuseppe Verdi - Ave Maria (da ópera Otello)
• Antonín Dvorák - Canção à lua (da ópera Rusalka)
• Sergei Rachmaninoff - Zdes’ Khorosho
• Elias Rahbani e Said Akl - Aam Behlamak ya helm ya Lebnan
• Assi Rahbani, Mansour Rahbani e Said Akl - Rudani Ela Biladi
• Maurice Ravel - La flute enchantée (do ciclo Shéhérazade)
• Henri Duparc - Chanson Triste
• André Previn - I want magic (da ópera A streetcar named desire)
• Richard Hageman Hageman - Do not go, my love
• Leornard Bernstein - Somewhere (do musical West Side Story)

A jovem soprano Guiomar Milan iniciou estudos de canto e piano com Leilah Farah e Elsa Nuñes, tendo se aperfeiçoado em Milão. Foi premiada nos concursos internacionais de canto Bidu Sayão e Maria Callas - neste, recebeu o prêmio “Revelação”. Estreou em óperas em 2000, no papel de Micaëla, em "Carmen" de Bizet. Desde então cantou em várias outras óperas, entre elas "João e Maria", de Humperdinck, "La Bohème" de Puccini e “Norma” de Bellini. E tem feito recitais no Brasil, Itália, Bélgica, Espanha, Suíça e Japão.

programação musical - MARÇO 2020

 Hotel em Campos do Jordão - Canções e árias de óperas com a soprano Flávia Albano, o tenor Ulisses Montoni e o pianista Antonio Luiz Barker, no Hotel Toriba, em Campos do Jordão
Sábado, 7 de Março, 19h – Sala da Lareira

canÇÕES E ÁRIAS DE ÓPERAS

Flavia Albano, soprano
Ulisses Montoni, tenor
Antonio Luiz Barker, piano

Programa:
• J. Kern - Can't help lovin' that man (musical Showboat)
• F. P. Tosti - Malia
• G. Puccini - Quando me'n vo' (ópera La Bohème)
• P. Capri - Champagne
• J. Strauss II - Mein Herr Marquis (opereta O Morcego)
• C. Gonzaga - Lua Branca
• W. A. Mozart - Là ci darem la mano (ópera Don Giovanni)
• C. Schönberg - I dreamed a dream (musical Les Misérables)
• C. François / P. Anka - My Way
• F. Lehár - Lippen Schweigen (opereta A viúva alegre)
• F. Sartori - Con Te Partirò
• G. Verdi - Libiamo ne’lieti calici (Brindisi) (ópera La Traviata)


A soprano Flavia Albano é natural de São Paulo, onde iniciou seus estudos em canto com Leilah Farah. É mestre em performance pelo Royal Northern College of Music. Entre seus papéis de ópera destacam-se A Rainha da Noite em “A Flauta Mágica”, Violetta em “La Traviata” e Susanna em “Le Nozze di Figaro”. Foi agraciada com o prêmio 2010 Liverpool Opera Circle Vocal Award. Flavia dedica-se também à docência, é Doutora em Educação pela PUC/SP e professora da Universidade Federal da Bahia.

O tenor Ulisses Montoni fez sua estreia no mundo da ópera como solista aos 22 anos, na montagem de O Empresário, de Mozart. Já se apresentou em diversos programas de TV. Possui quatro CD’s gravados e três videoclipes musicais, sendo um dos primeiros cantores líricos brasileiros a utilizar essa mídia. Realiza recitais e concertos por todo o Brasil, em cidades como Araçatuba, Campinas, Poços de Caldas, Curitiba, Recife, Campo Grande, Penápolis, Rio de Janeiro, Uberlândia, entre outras. Em 2016 recebeu o título de Comendador, pela Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes

Hotel em Campos do Jordão - Árias de Óperas e canções com a soprano Adriana Bernardes e o pianista Antonio Luiz Barker, no Hotel Toriba
Sábado, 14 de Março, 19h – Sala da Lareira

CANÇÕES E ÁRIAS DE ÓPERAS

Adriana Bernardes - soprano
Antonio Luiz Barker - Pianista

Programa:
• G. Verdi - Sempre libera (da ópera La Traviata)
• G. Puccini - Quando m'en vo' (da ópera La Bohème)
• G. Puccini - Vissi d’arte (ópera Tosca)
• G. Bizet - Habanera (da ópera Carmen)
• Eva Dell'Acqua - Villanelle
• F. Lehár - Lippen schweigen (opereta A Viúva Alegre)
• Cláudio Santoro - Acalanto da Rosa
• Carlos Gomes Quem sabe?!
• J.S. Bach, C. Gounod - Ave Maria)

 

A soprano Adriana Bernardes, mestre em performance de Música Brasileira pela Unicamp (Práticas Interpretativas), tem se apresentado regularmente como solista e recitalista nas mais diversas salas de espetáculo de São Paulo e Rio de Janeiro. Seu amplo repertório inclui de árias de ópera do bel canto, diversas peças líricas e também canções de autores brasileiros do passado e do presente – da música brasileira dos séculos XVIII e XIX a obras de compositores contemporâneos. Tem cinco CDs gravados, entre eles "Orquestra de Câmara Paulista ao Vivo na Sala São Paulo", "Clássicos Brasileiros: Curumim" e "Sarau Brasil". Atua não apenas como cantora, mas também como regente de grupos corais, preparadora vocal, atriz e professora de canto erudito e popular.

 Hotel em Campos do Jordão - Árias de Óperas com o baixo barítono Wladimir Carvalho e o pianista Antonio Luiz Barker na programação do Toriba Musical, no Hotel Toriba
Sábado, 21 de Março, 19 horas – Sala da Lareira

ÁRIAS DE ÓPERAS

Wladimyr Carvalho - baixo barítono
Antonio Luiz Barker - piano

Programa:
• G. F. Handel - Frondi tenere, e belle ... Ombra mai fù (ópera Xerxes)
• G. F. Handel - Lascia ch'io pianga (ópera Rinaldo)
• W. A. Mozart - Non più andrai farfallone amoroso (ópera As bodas de Figaro)
• W. A. Mozart - Deh, vieni alla finestra (ópera Don Giovanni)
• W. A. Mozart - Madamina, il catalogo è questo (ópera Don Giovanni)
• W. A. Mozart - O Isis und Osiris (ópera A flauta mágica)
• W. A. Mozart - In diesen heil'gen hallen (ópera A flauta mágica)
• W. A. Mozart - Der Vogelfänger bin ich ja (ópera A flauta mágica)
• G. Rossini - Largo al factotum (ópera O barbeiro de Sevilha)
• G. Rossini - La calunnia è un venticello (ópera O barbeiro de Sevilha)
• G. Verdi - Di Provenza il mar, il suol (ópera La Traviata)
• G. Bizet - Votre toast (Canção do toreador) (ópera Carmen)

 

Nascido em Goiás, Wladimyr Carvalho vive em Ribeirão Preto, SP, desde os 13 anos. Estudou piano clássico na infância e adolescência e canto a partir de 1987. Atualmente é coralista e solista junto aos Corais de Câmera e Lírico Sinfônico da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto e da Sinfonietta Ribeirão Preto. Integrou o elenco de diversas montagens de óperas, entre elas As Bodas de Fígaro (Fígaro) e A Flauta Mágica (Papageno), de Mozart, La Serva Padrona (Uberto), de Pergolesi, e O Barbeiro de Sevilha (Dom Basilio), de Rossini. Participou de concertos como solista, interpretando peças de compositores barrocos, clássicos e românticos. Foi solista da Nona Sinfonia de Beethoven, realizada em Ribeirão Preto em 2012, e de Carmina Burana, de Carl Orff, em Ribeirão Preto, em 2006, 2007, 2008 e 2009. Foi finalista premiado no 4º Concurso Brasileiro de Canto Lírico Maria Callas, em 1999.

 Hotel em Campos do Jordão - A soprano Jéssica Leão e o pianista ANTONIO LUIZ BARKER se apresentam no Toriba Musical, em Campos do Jordão
Sábado, 28 de Março, 19h – Sala da Lareira
Domingo, 29 de Março, 11h – Auditório Claudio Santoro (Entrada Gratuita)

CANÇÕES E ÁRIAS DE ÓPERAS

Jéssica Leão - Soprano
Antonio Luiz Barker - Pianista

Programa:
• Claudio Santoro - Ouve o silêncio
• L. Monnot, M. Monnot - La vie en rose
• Harold Arlen - Over the rainbow
• F. Sartori - Con te partirò
• C. Gounod - Je veux vivre (Romeu e Julieta)
• V. Bellini - Eccomi in lieta vesta...Oh! quante volte (ópera Os Capuletos e os Montecchio)
• W. A. Mozart - Der Hölle Rache (A flauta mágica)
• G. Verdi - Caro nome (Rigoletto)
• G. Puccini - O mio Babbino caro (Gianni Schicchi)
• G. Puccini - Quando m'en vo (La Bohème)
• F. Lehár - Meine Lippen sie küssen so heiss (Giuditta)

 

Jéssica Leão, 28 anos, é estrela em plena ascensão. No final de 2019 venceu o Concurso Jovens Solistas da Osesp – como prêmio fará uma apresentação como solista da Orquestra em concerto da temporada 2020, agendado para 17 de Maio. Nascida em São Bernardo do Campo, SP, Jéssica Leão iniciou estudos musicais em 2006, formando-se em canto lírico pelo conservatório André da Silva Gomes. Formou-se depois em canto lírico pelo Instituto de Artes da UNESP. Em 2014 e 1015 estudou na Alemanha, na Chorakademie Lübeck, com bolsa de estudo do Mozarteum. Participou de duas edições da academia Canto em Trancoso, também como bolsista do Mozarteum. Em 2018 foi finalista do programa Prelúdio, da TV Cultura. Entre várias outras participações em óperas, tem se destacado como a rainha da noite em A Flauta Mágica de Mozart, papel que já cantou em diversos palcos, inclusive na Inglaterra – em junho de 2018, em Hastings.